Receita de Outono

Vegetation
Receita de Outono

Faisão com molho de passas

Ingredientes

1 faisão de preferência fêmea, limpo e com as miudezas

90 g de passas de Málaga sem grainhas

1 cebolinha ou uma chalota

60 g de margarina

 1 fígado de galinha ou de frango (facultativo)

sal q.b.

1 fatia de pão de forma

farinha para polvilhar

1 colher de chá de óleo de girassol

4 fatias de toucinho entremeado

1 cálice de cherry

1,5 dl de caldo feito com o coração e o pescoço do faisão, 1 cenoura e uma folha de louro

Preparação

Ponha as passas num tachinho e cubra-as de água fria, leve a ferver e coza 3 a 4 minutos. Coe-as, passe-as em água fria e escorra-as (este processo destina-se a retirar todo o óleo mineral, conservante, que pode realmente alterar o sabor das passas). Reserve-as. Descasque e pique finamente a chalota ou cebolinha. Derreta uma porção de margarina do tamanho de uma noz numa frigideira pequena, junte a chalota ou cebolinha e coza-a em lume brando. Pique finamente o fígado do faisão (ou o de galinha) e junte-o à chalota. Tempere com um pouco de sal e coza em lume brando durante 2 a 3 minutos, esmagando-o com a ajuda de uma colher de pau. Deixe arrefecer e com metade desta preparação barre a fatia de pão de forma e introduza-a no interior do faisão. Reserve o resto.

Aqueça o forno a 200º C, termóstato 6.

Enfarinhe o exterior do faisão, derreta a margarina e o óleo de girassol numa assadeira e aloure o faisão por completo. Ate o toucinho ao peito do faisão, e asse-o durante 35 minutos, regando-o de vez em quando. Tire o toucinho nos últimos cinco minutos.

Ponha o faisão numa travessa e cubra-o com papel de alumínio, e deixe-o repousar dentro do forno apagado e com a porta entreaberta. Com uma colher raspe o molho que ficou na assadeira, misture-o com as passas, com o resto do fígado e com o suco que a carne deita. Aqueça e misture o cherry. Ferva durante um minuto, junte o caldo e um pouco de sal. Deixe reduzir a metade em lume brando.

Trinche o faisão e sirva-o acompanhado com o molho de passas numa molheira, e com uma colherada do recheio que ficou no interior do faisão em cada prato.

As endívias estufadas são óptimas para acompanhar este prato, pois combina o sabor amargo e o doce.